postado por: João Almeida | Visualizado: 234 vezes

Nesta manhã (10) a edição de fevereiro da revista americana The Hollywood Reporter foi divulgada e a Zendaya é uma das atrizes que fazem parte da capa e recheio.

Com nomes muito cotado para a Award Season e Oscar deste ano, Kate Winslet, Carey Mulligan, Vanessa Kirby, Andra Day e Glenn Close juntou com a Coleman para fazer uma espécie de mesa redonda e todas contam suas experiências e apoiando outras mulheres sem julgamento; confira as fotos exclusivas e a parte da Zendaya traduzida:

HOME > SCANS > 2021 > FEBRUARY – THE HOLLYWOOD REPORTER

002.jpg001.jpg002.jpg001.jpg002.jpg001.jpg

HOME > PHOTOSHOOTS > 2021 > SAMI DRASIN (THE HOLLYWOOD REPORTER)

001.jpg001.jpg001.jpg001.jpg001.jpg001.jpg

Vamos lá. Qual foi a coisa mais surpreendente que você aprendeu sobre si mesmo durante a pandemia?

ZENDAYA: Para mim, é que nunca cheguei a saber quem eu era sem trabalhar. Sempre estive trabalhando. Comecei a trabalhar quando era muito jovem e sempre tive uma coisa consistente acontecendo na minha vida. Eu simplesmente nunca tinha passado tanto tempo comigo mesma. Eu estava tipo, “O que me faz feliz? O que eu gosto de fazer além de trabalhar? Tenho algum passatempo?” Eu basicamente consigo fazer meu hobby para viver. Então é como, “O que mais eu gosto?” Enfrentar isso foi interessante com certeza.

O que as pessoas costumam errar ao atuar?

ZENDAYA É também um negócio, algo que tive de aprender quando jovem. Porque muitas vezes você entra nisso só porque adora e só quer ser criativo e só quer fazer as coisas divertidas, mas também é um negócio. Existem contratos envolvidos e muitas coisas que não necessariamente contribuem para a criatividade ou contribuem para essa ideia de liberdade que você acha que terá. Tenho aprendido que, à medida que cresço, há entidades maiores envolvidas… pessoas que trabalham com dinheiro … Muitas vezes incentivo os jovens que querem fazer isso a ler seus contratos, estar atentos, ter essas conversas, fazer tantas perguntas quanto puder, tente obter conselhos das pessoas, porque é fácil ficar preso em uma situação ruim. E ter esse conhecimento é muito, muito importante.

Zendaya, quando você estava fazendo Malcolm & Marie, estava realmente no auge da pandemia. Você pode falar sobre como o trabalho naquele ambiente influenciou a maneira como você trabalhou e como o aparelho funcionou?

ZENDAYA Obviamente, queríamos fazer tudo da forma mais segura possível, então criamos uma bolha. Eu estava colocando meu próprio dinheiro nisso, como todo mundo. Estávamos morando em um hotel que estava vazio. Éramos só nós, porque tudo estava fechado. Estávamos no meio de Carmel e filmamos nesta casa que ficava no meio do nada. Não tínhamos permissão para sair por motivos óbvios e, naquele tempo de quarentena juntos, tínhamos tempo para trabalhar no material. Quando chegamos lá, o roteiro tinha apenas cerca de 70 páginas, e não havia um terceiro ato. Através desse processo de todos os dias apenas estarmos juntos, às vezes em um estacionamento, apenas trabalhando em cada momento e tendo essas discussões muito longas sobre nós mesmos, nossos personagens, relacionamentos … Sermos capazes de ter aquele tempo, aquele espaço um com o outro para descobrir isso foi muito, muito útil. E realmente não tendo nenhuma outra distração, apenas estando nisso todos os dias.

Tínhamos apenas dois atores, uma equipe muito pequena. Portanto, estamos todos fazendo quatro trabalhos diferentes. Estou fazendo meu cabelo e maquiagem e usando algumas das minhas roupas, tentando lembrar minha continuidade porque não temos nenhum ADs ou scripties [supervisores de roteiro] ou qualquer coisa.

O Zendaya Brasil é um fã site com intuito de trazer informalções aos fãs brasileiros sobre a atriz e cantora Zendaya. NÃO temos nenhum tipo de contato com a cantora, sua família, amigos e etc. O ZBR não tem nenhuma intenção de lucro. Caso pegue alguma tradução ou notícia exclusiva e reproduza em seu site, nos dê os devidos créditos.

ZENDAYA BRASIL • Hospedado por Flaunt • Layout codificado por Lannie D