Seja bem-vindo ao Zendaya Brasil maior e melhor fonte brasileira sobre a Zendaya. Aqui você encontrará informações sobre sua carreira, projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Navegue no menu acima e divirta-se com todo o nosso conteúdo. Somos um fã site não-oficial e sem fins lucrativos e não possui qualquer ligação com Zendaya, sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo aqui apresentado, tais como notícias, traduções e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário.
02.12

Complex Magazine divulgou a nova capa da edição de dezembro/janeiro da revista, que conta com Zendaya, na última terça-feira (01/12). A edição traz um ensaio fotográfico incrível da Zendaya, além de uma entrevista exclusiva. A atriz e cantora também foi eleita como a mulher do ano de 2016 pela revista.

Na entrevista, Zendaya fala sobre sua carreira, seu futuro, a polêmica no Oscar envolvendo a apresentadora Giuliana Rancic, seu novo álbum, entre outras coisas. Abaixo você confere o ensaio fotográfico, entrevista e bastidores:

 

Scans

Ensaio Fotografico

 

 

MUITO BOM

A adolescente multi talentosa que começou sua carreira como estrela da Disney. Mas não espere que Zendaya tenha um “momento Miley” tão cedo.

Zendaya Coleman está aconchegada em seu sofá, ao lado de seu pai, Kazembe Ajamu Coleman. Eles estavam espelhando a linguagem corporal um do outro, tanto ao olhar seus telefones, quanto ao olhar quando eu entrei na sala. Sua mãe Claire – cuja postura lembra a estatura da Zendaya – foi aquela que abriu a porta de sua modesta casa, no bairro de Echo Park (Los Angeles), para mim. Depois que me levou através da escada para a sala, ela se retirou para o quarto principal.

Zendaya levanta-se para me cumprimentar, depois se senta em um sofá diferente. Parece que vim na casa de uma velha amiga, e não na casa de uma atriz e estrela pop da Disney mega-famosa em ascensão – bem, se não fosse pelos quadros dos seus programas de TV (Shake It Up e KC Undercover), que cobre as paredes de sua sala. “Eu odeio ter esses cartazes lá em cima (sótão), é tão estranho”, Zendaya diz feito uma criança irritada com seus pais por terem transformado sua casa em uma loja de fotos e troféus. E mobiliário: Do outro lado da sala tem uma cadeira de diretor, com “@zendayas_dad” escrito nela.

Esse é um dia raro de relaxamento para Zendaya. Hoje não há nenhum tapete vermelho fashion onde ela torna-se famosa, apenas uma camisa cinzenta desbotada da Voltron e calças de um pijama rosa xadrez revestido de cachorros terriers pretos. Uma grande versão desse cão, Midnight, caminha pela sala perto dos seus pais.

Quando nos encontramos, Zendaya tinha acabado de voltar de Dubai, por causa de seu aniversário de 19 anos. Para alguém que está na televisão desde os 14 anos, a quase-não-tão-longe estrela adolescente, não tem nenhum plano de diva. Ao invés disso, ela é uma boa “puritana” – quase impecável. Ela mostra isso na estante cheia de cartas de fãs que se recusa a jogar fora, e o fato de que a única coisa que se assemelha a uma roupa suja em seu quarto é uma caixa de barracas vazia no chão. Quer receber sujeira de Zendaya? Isso não vai acontecer.

É por isso que, na esteira de Miley Cyrus, a nova estrela revelação da Disney, tornou-se um exemplo deste tipo de papel enorme para ela e para sua fã base adolescente. Quando não está repreendendo Giuliana Rancic pelos seus comentários culturalmente insensíveis, ela está educando crianças que praticam cyberbullying e doando para várias instituições de caridades – algo que seus vastos seguidores (6 milhões no twitter e 12 milhões no instagram) vêem com freqüência. É fácil ser cético sobre o quanto Zendaya é realmente verdadeira, mas em apenas alguns minutos conversando percebe-se que ela claramente pensa muito sobre essas questões. (Neste momento da sua vida, Zendaya promete que não vai ter o seu próprio “momento Miley”).

Seu forte vínculo com a família é um grande fator por trás do motivo de Zendaya ter o pé no chão, apesar de ter crescido na indústria. Ela ainda vive sob o mesmo teto de seus pais (ambos ex-professores), quem têm mantido a sua humildade (e a dos seus cinco irmãos mais velhos) e sempre lembram de onde ela veio. Afinal, eles a nomearam a partir da palavra que significa “agradecida” em Shona, a língua do Zimbábue. Muito bom para ser verdade? Talvez não.

Você foi para a África recentemente, para trabalhos de caridade. Como foi essa experiência?

Sendo uma jovem mulher afro-americana, é importante saber de onde veio. Acho que há uma grande desconexão quando percebemos que somos da África e devemos saber o que realmente está acontecendo lá, ai então ter uma conexão. Eu sempre tive isso, porque meu pai tomou providências para estar em contato suas raízes e de onde ele veio. Ele fez um teste de DNA e recuperou seu nome africano. Eu tenho um nome africano, e um nome do meio francês também. Eu tenho dois pais que têm muito orgulho de onde vieram. Minha mãe e minha avó fizeram uma tonelada de investigação para saber de onde vieram: Escócia e Alemanha. Eu acho que isso é importante para ajudar outras pessoas jovens a ganhar pelo menos interesse de saber de onde vieram.

Crescendo bi racial, como foi para encontrar sua identidade?

Você pega o melhor e o pior dos dois mundos. Eu sei que houve muitas vezes quando você tentava se entender, que você se encaixou. Eu só percebi que isso trabalhou ao meu favor, porque tive muitas pessoas nisso. Mas para falar de duas raças… é realmente difícil, porque eu sou a área cinzenta. Eu tive que aprender sobre meus dois lados, me educar e me orgulhar de ambos. Eu acho que é por isso que eu sou confortável comigo mesma e posso falar sobre certas questões, porque tenho tido tempo, ou meus pais têm tido tempo, para ensinaram-me quem eu sou.

Houve algum momento em que você se sentiu fora de lugar?

Talvez um pouco. Eu fui para uma escola particular, predominantemente branca, no [Oakland] Hills, onde meu pai era professor, e então eu fui para uma escola no centro de Oakland, predominantemente negra. Foi interessante para aprender a ver as diferenças, mas eu também percebi como era fácil, para mim, me adaptar em ambas. Eu tenho orgulho das duas, e posso caber em qualquer cenário ou situação.

Você usou dreadlocks no Oscar e Giuliana Rancic disse que parecia que você cheirava como óleo de patchouli ou erva daninha. Você respondeu no Instagram, escrevendo que as observações de Rancic foram “insultos ignorantes” e “escandalosamente ofensivos”. Qual reação você teve depois que a tirou de lá?

Honestamente, apenas positiva. Foi uma experiência de aprendizado para mim e para todos que leram. Um monte de pessoas não percebe que o cabelo é uma grande questão para um monte de gente, não só para afro-americanas. É algo para ser atento e cauteloso. Por isso, foi algo que eu senti que realmente precisava falar sobre. Tiveram tantas mulheres, de todas as raças, que vieram até mim tipo “Eu realmente amei o que você disse”, ou “Eu fiz minha filha ler aquilo”.

Todos os meus irmãos e o meu pai, em um momento tiveram dreadlocks. Minhas sobrinhas têm cabelos cacheados. E se eles tinham alguém que os depreciavam pelo o que eles têm ou sobre o que é muito caro para eles terem, então eu gostaria que eles, pelo menos, tivessem orgulho de si, para darem uma resposta que fizesse sentido e que fosse motivo de orgulho. Honestamente, eu penso em meus sobrinhos e sobrinhas antes de tudo. Porque um dia eles terão twitter e instagram, e eu estarei tipo “é assim que você lida com isso, criança”.

Você pensa constantemente sobre ser um modelo a ser seguido?

Claro. Eu acho que é uma responsabilidade, e como Tupac Shakur, eu sou um modelo real. O que significa: Eu não estou fingindo ser algo que não sou, porque, como ele disse, as pessoas vão se desapontar quando descobrirem quem você é, porque não era o que você mostrava para o mundo. Então basta manter-se verdadeiro. Eu sou uma boa pessoa e isso é tudo.

Você parece tão pé-no-chão mesmo sendo da TV desde quando era pequena.

Eu acho que isso veio de Oakland. As crianças de Oakland são as melhores.

Vocês crianças ainda dizem “hella”?

Eu digo hella o tempo todo. Hella é tipo hecka.

(Hella é uma gíria com função de advérbio que serve para intensificar algo que você quer dizer, predominantemente dita por adolescentes/adultos. E hecka é a mesma coisa, porém dita por crianças)

Quando você se mudou para Los Angeles?

Sétima série, então eu tinha 12 ou 13 anos. Para [o seriado da Disney] Shake It Up.

Como seus pais se sentiram ao se mudarem com você por causa da sua carreira como atriz?

Bem, quando eu comecei na indústria eu tinha 12 anos ou algo assim, e eu queria tanto ser algo que eu não sabia que estava indo para ser colocada [na indústria]. Na época eu estava na escola, e eu estava trabalhando em dramas e coisas teatrais, então eu nunca pensei que acabaria indo para uma comédia. Eu nunca tinha feito aquilo antes. E aconteceu de eu ser uma garota fofa de 12 anos de idade, que funcionou perfeitamente para a Disney. Eu e meu pai quisemos dirigir de volta para Oakland várias vezes.

Com que idade você pensava “eu quero estar a TV”?

Eu não sei. Eu só assistia muito ao Disney Channel. Eu realmente gostava me sentia atraída por aquilo, e não conseguia ver-me fazendo outra coisa. Não era como seu eu fosse aquela criança que diz “eu quero ser um astronauta”. Eu realmente queria fazer aquilo. Eu queria ser uma artista.

Qual é sua opinião sobre alguns outros licenciados da Disney, como Miley Cyrus? Porque ela foi completamente à direção oposta.

Eu acho mais uma vez que é aquela coisa de modelo, um modelo a ser seguido. Muitos deles eram forçados a ser um modelo, e tinham que fingir ser algo que não era coerente com o que eles eram. E isso porque começaram muito, muito jovens. Então você tem que perceber quando você ainda está muito jovem e não sabe quem é ainda. E então quando descobre isso, você já foi forçado a se tornar algo que você realmente não sabia que iria, quando entrou. Então tipo, eu entendo. Há muita pressão, então eu entendo completamente. Todo mundo tem suas diferentes formas de aprender, de crescer e de descobrir quem são, e você não pode culpar as pessoas por isso. Mais uma vez, acho que sobre todas as anteriores estrelas da Disney, pode-se pelo menos dizer que eles são eles mesmos agora.

Você acha que vai ter um momento Miley?

Não. Por isso que eu disse, a fim de evitar esses problemas, basta ser você mesmo desde o início e ser honesto com todo mundo, porque essa é a única coisa que você pode fazer. Não haverá surpresas.

Notável!

Eu não estarei repentinamente tipo “wow”, louca.

Mas há possibilidade, e se você tiver…

Se eu tiver, então ok. Mas eu duvido, duvido muito.

Você quase estrelou o filme bibliográfico de Aaliyah no Lifetime, mas desistiu. Por quê?

Eu só não gostei como as coisas estavam acontecendo. Tiveram muitas coisas que chamaram minha atenção, que eu não sabia sobre, sobre o valor da família e da produção. Você precisa assumir alguns cuidados quando você entra em algum projeto. Mas quando você percebe que essas coisas estão sendo deixadas de lado, você fica tipo “não foi para isso que eu me inscrevi, isso não é o que eu pensei que seria. Não é isso que eu acho que vale a pena do filme dela”. Aquilo realmente mexeu comigo por dentro. Muitas pessoas acharam que eu sabia que a família não estava envolvida, mas eu não sabia. Eu só fiz o teste como qualquer pessoa e consegui o trabalho.

Então você pensou que não estava honrando-a do jeito certo?

Sim, basicamente. Apenas pensei que eles estavam sendo apressados. Eu pensei que não havia ninguém que realmente soubesse sobre ela, naquele projeto – literalmente ninguém. Eu só posso saber muito sobre alguma pessoa assistindo suas entrevistas. Eu não sei como ela era na cozinha conversando com a sua mãe. Seria rude da minha parte interpretar isso sem saber. Se, Deus me livre, algo viesse a acontecer comigo, eu não gostaria que meus pais tivessem que ver algo assim. Eu apenas senti que era algo inapropriado, então eu não quis.

Você tem uma cabeça boa. Quanto mais eu falo com você, mais eu fico tipo, eu não sabia merda nenhuma com a sua idade.

Todo mundo que fala comigo diz isso. E honestamente, não sei porquê sou tão profunda. Eu não sei! Todo mundo diz que eu tenho 19 indo para 80, juro por Deus.

Isso é uma coisa incrível. Qual o seu papel dos sonhos?

Uma pequena parte é OK. Eu sou tipo a filha de Denzel Washington. Eu só tenho uma cena, tenho apenas quatro linhas, mas pelo menos as tenho para interagir com Denzel Washington e o filme ser indicado ao Oscar. Tudo bem. Eu não preciso de um papel grande, eu não preciso ser a líder, eu não preciso ser a estrela. Eu não me importo em ser o cara do lado; eu não me importo em ser o zelador, que é tipo “hey”… Bem, eu disse “hey” ao Jhonny Depp, então tomem essa.

Você acha que tem chance de ser “EGOT” e ganhar um Emmy, Grammy, Oscar e Tony?

Tenho certeza que isso é possível. Eu só tenho que viver um pouco mais para que isso aconteça.

Você está trabalhando em seu segundo álbum agora. Eu vi que você postou uma prévia de clipe de uma nova música. Quando seu álbum será lançado?

Não tem nenhuma data ainda. Sobre isso, estou tentando, pelo menos para mim, deixar tudo perfeito. Eu sou perfeccionista. Eu sou do signo de Virgem então tudo tem que ser do jeito que eu quero. Isso também está furando com sua visão. Uma vez que você realmente acha que muitas pessoas têm opiniões, você tem que manter o foco.

Eu sei que quando eu era mais nova, eu realmente não conhecia nada melhor, e eu realmente não sabia que eu podia dizer “não” ou que eu tinha poder. Então eu olho pra trás e penso “eu queria não ter feito isso” ou “Nossa, que merda”, quando na época eu poderia ter dito não. Mas eu não apenas não conhecia nada melhor. Então é muito importante para manter suas armas.

Você está trabalhando com pessoas incríveis, como Diane Warren e Timbaland.

Tim, Diane, Babyface – por serem grandes como são, eles poderiam facilmente ser igual a essas divas. Eles poderiam agir como “eu quero isso apenas do meu jeito”. Eu acho que parte deles terem longevidade é o fato de que eles nunca têm medo de continuar aprendendo com os jovens. Eles não me tratam como se eu não soubesse nada. Eles me tratam valorizando minha opinião, o que eu trago para a mesa, o que penso das coisas, e é por isso que eu acho que eles ainda estão aqui. É por isso que as pessoas ainda se importam com eles.

Quem você tem ouvido esses tempos?

Eu escuto muito R&B antigo, tipo muito de Brian McKnight e muito de Usher. Meus amigos me escrevem, porque eles são mais do mundo do que eu, então eles ouvem mais músicas legais do que eu. E eles dizem tipo “hey, você tem que ouvir essas músicas novas”.

Qual o seu tipo de squad?

Meu squad! Qual o meu squad? Eu realmente não tenho um squad, tenho apenas amigos.

Eles são de Los Angeles ou são do seu antigo lar?

Acho que a pessoa mais próxima de mim é a minha sobrinha, de 20 anos. Ela mora em Los Angeles com minha irmã, que está aqui com suas duas filhas e seu marido. Então eu fujo para sua casa o tempo todo. Eu vou chamá-la a qualquer hora para qualquer coisa, nós saímos para jantar e fazemos essas coisas aleatórias. Nós apenas relaxamos. Minha outra melhor amiga é dançarina de Janet Jackson. O nome dela é Dominique e ela é uma das melhores dançarinas de hip-hop que eu já vi. Meu melhor amigo homem é o Trevor. Conhecemos-nos desde quando eu tinha 12 anos. Ele não é um garoto da indústria. Eu não o faço garoto da indústria. Essa vibração é estranha porque eu sinto que você quer alguma coisa de mim. Ele não é esse tipo de pessoa.

Há rumores que vocês estão namorando, não há?

Claro que há rumores de namoro.

Mas vocês não estão namorando?

Cada homem que estiver ao redor da minha vida, se ele me seguir no twitter, se ele olhar para mim, se ele respirar o mesmo ar que eu, nós já namoramos. Então sim. (ironia)

Você tem namorado?

Não, você tem que perceber que minha agenda é uma espécie de nozes. Eu não tenho nenhum tempo para sair e conhecer alguém. Se eu não te conheci nos últimos três ou quatro anos da minha vida, então provavelmente é tarde demais.

Então Trevor é do squad e não bae?

Definitivamente squad, não bae.

(Bae é uma gíria para namorado(a) ou alguém que você tenha sentimentos amorosos.)

O que você gosta de fazer quando não está fazendo, literalmente, tudo o que você faz?

Nada. Você está vendo aquele computador ali?

Assim que você for embora, eu vou deitar na cama e assistir Grey’s Anatomy. Qualquer coisa que Shonda Rhimes faz é ouro. Eu vou encomendar comida e apenas relaxar. Porque essa é uma ocasião para mim.

Eu aposto. Com tudo isso em seu prato, você também tem uma linha de sapatos?

Eu tenho. Ela se chama Daya que é o meu apelido, e só quem é da minha família me chama assim. Era um nome pessoal e eu queria que os sapatos fossem pessoais. Eu não queria fazer uma coisa tipo “OK, ela claramente não fez isso. Ela acabou de colocar isso nós pés e dizer que era dela.”. Nós já vimos acontecer antes “Garota, aquilo não parece com nada do que você coloca em seus pés e você os odeia.” Eu queria fazer algo que eu amo, que eu usaria, que eu gostaria de usar no tapete vermelho, e que eu me orgulharia de ter feito, por isso me dediquei 120% nisso. Eu realmente quis colocar aqueles sapatos e dizer “Sim, ele é para mim”.

Quem está no seu radar para 2016? Quem você acha que vai ser grande?

Oh meu Deus, há tantas pessoas! Essa é uma grande pergunta. Eu diria Kehlani. Eu sou influenciada por ela porque ela é tipo a minha irmã. Porque ela também freqüentou a Oakland School For The Arts comigo e nos conhecemos quando eu estava na sexta serie e ela estava na oitava série. Ela foi uma das primeiras pessoas que foram agradáveis comigo no ensino médio, o que foi obviamente estranho e difícil para mim. E na escola existe aquela coisa de todos terem família como filha, irmã, irmão, tias, tios, primos ou qualquer coisa. Eu era sua filha. Então nós ficamos tipo “OK, nós estamos crescidas agora, somos irmãs agora, tudo bem.” Mas ela sempre foi agradável comigo quando eu era pequena. Nós crescemos na mesma área, mas fazemos coisas diferentes, indo em caminhos totalmente diferentes, mas também estamos nos mesmos círculos e nos mesmos mundos. É legal vê-la fazendo as coisas dela. Estou muito feliz por ela.

Outra garota que vêm na minha mente, porque vocês são muito parecidas, é Amandla Stenberg. Eu sei que vocês são amigas.

Oh sim, ela é um estouro. Louca Amadla, ela é tão inteligente e tão sábia. Ela é só uma grande pessoa que não está apenas tentando saber das coisas ao seu redor, mas também falar sobre ele, o que é muito, muito legal. Há um monte de coisas boas acontecendo. Yara Shahidi, que está em Black-ish, é tão fofa e deslumbrante.

Qual carreira você gostaria de ter?

Oprah mais Beyoncé.

Isso é uma potência!

É o que estou dizendo! Mais Jay-Z. Não, eu estou brincando. Mas honestamente, é só porque sinto que Oprah marca de onde ela veio, ela é confiável. Se Oprah diz que gosta, então deve ser muito bom. Ela é uma figura muito confiável. Ela é tipo “Esse é o chai latte para beber, você está indo para beber”. Ela diz no clube do livro “Este é o livro que você tem que ler”, você lê esse livro.

Então você quer ser a degustadora?

Sim! Ela tem sido capaz de fazer tanta coisa. Ela é uma atriz incrível, é uma filantropa incrível, ela tem um canal de TV! Grande empresária, ela apenas parece ser uma boa pessoa. Ela apenas parece legal. Você nunca vai pegá-la tendo seus problemas. Nunca há nada de escandaloso. É a Oprah!

E Beyoncé.

Todo mundo ama Beyoncé. Ela é a Oprah da música.

A propósito, como você foi parar no clipe de Bad Blood, da Taylor Swift?

Por uma mensagem de texto. Ela literalmente mandou uma mensagem de texto para mim através de alguém, e foi tipo “hey, eu gostaria de você no meu video” e eu fiquei tipo “Nossa obrigada”. Boom aconteceu. Valeu irmão. E lá estávamos nós, e ela realmente foi muito agradável comigo. Ela é daquele tipo de pessoa que faz você se sentir confortável e fez com que minha família tivesse cuidados e todos estavam confortáveis.

Você se sentiu desconfortável quando interagia com uma pessoa famosa, e em seguida ficou tipo “ei espera, eu também sou uma celebridade!”?

Eu não vou me sentir desconfortável, a não ser com Michael Jackson, Beyoncé, Oprah, Denzel Washington e Jhonny Depp. Quaisquer outras pessoas eu sinto que posso lidar. Acho que essa é minha lista.

Portanto, exceto Michael Jackson, essas são as pessoas que você ainda tem que conhecer?

Sim.

Jhonny, Beyoncé, Denzel, Oprah.

Apenas algumas ideias. Mas outros além deles eu sinto que consigo lidar.

Engraçado, eu trouxe todos eles. Eles estão esperando do lado de fora.

Oh que linda. Venham! (ironia)

Existe alguma área que você ainda não explorou, mas está morrendo de vontade?

Mal posso esperar para fazer filmes. Isso é algo que eu quero muito, muito fazer.

Vamos colocar Zendaya em um filme!

Ou pelo menos no Scandal. Hey Shonda. Qual a boa, Shons?

Trabalhar com Shonda seria incrível, se você jogou como Olivia Pope de Teen Protégée.

Eu ia ir lá e falar com ela. Oprah mais Beyoncé mais Shonda Rhimes.

 

 


Visualizado: 216 vezes | Autor: João Almeida
continue lendo
O Zendaya Brasil é um fã site com intuito de trazer informalções aos fãs brasileiros sobre a atriz e cantora Zendaya. NÃO temos nenhum tipo de contato com a cantora, sua família, amigos e etc. O ZBR não tem nenhuma intenção de lucro. Caso pegue alguma tradução ou notícia exclusiva e reproduza em seu site, nos dê os devidos créditos.

ZENDAYA BRASIL • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D
parceiros